terça-feira, 30 de março de 2010

É Tempo de Páscoa, é tempo de...

"Tempo de meditar, de buscar, de agradecer, de plantar a paz.
Tempo de oração!!!
Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos e de ser mais irmão.
Tempo de recomeçar!
Tempo de concessão, de compromisso, de salvação. Tempo de perdão.
Tempo de libertar, de libertação, de passagem, de passar...
Para onde? Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna!
Tempo de Ressurreição"


Fonte: http://www.esoterikha.com/presentes/mensagens-pensamentos-e-textos-de-pascoa.php
  

* * * *




Fonte: http://www.esoterikha.com/presentes/mensagens-pensamentos-e-textos-de-pascoa.php
            http://www.maniadescraps.com/pascoa.php?pageNum_scrap=1&totalRows_scrap=139&idcat=115

Estudando o Universo





Instruções gerais e avisos importantes


Bem vindo à página da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A OBA é organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e com Furnas Centrais Elétricas S/A.
A OBA é um evento aberto à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, para alunos do  primeiro ano do ensino fundamental até aos do último ano do ensino médio. A OBA ocorre totalmente dentro da própria escola, tem uma única fase e é realizada dentro de um só ano letivo. A participação dos alunos é voluntária e não há obrigatoriedade de número mínimo ou máximo de alunos. Ao final da OBA todos alunos recebem um certificado de participação, bem como os professores envolvidos no processo e também os diretores escolares. Veja os detalhes no Regulamento.
A XIII OBA será realizada na sexta-feira, 14 de maio de 2010, simultaneamente em todas as escolas previamente cadastradas.
Para participar a Escola precisa estar previamente cadastrada na OBA. Para fazer o cadastro é só ir no link “Cadastro de Escolas”, preencher todos os dados solicitados, imprimir a ficha de cadastro depois de preenchida, assinar (o diretor e professor que foi escolhido para ser o representante da OBA na Escola) e enviar pelo correio ou fax para a OBA. Veja nossos endereços em “Contato”.
Escolas que participaram da XII OBA em 2009 não precisam se recadastrar. Para estas já remetemos pelos correios o cartaz da XIII OBA, o Regulamento, uma carta com os detalhes da XIII OBA e as atividades práticas de 2010. Estes mesmos itens são enviados, já impressos, para todas as escolas que se cadastrarem para participar da OBA. 

segunda-feira, 29 de março de 2010

SUGESTÃO DE AULA - Artes

 LEMBRANÇA DE PÁSCOA

Ideal para fazer lembrancinhas para crianças na semana da Páscoa, com este molde você as fará sem nenhuma dificuldade. Você vai precisar de:

- tesoura
- cola
-E.V.A  colorido
- cola quente
- TNT colorido




FONTE: www.jacirinha.blogspot.com

SUGESTÃO DE AULA - Inglês


Conheça  alguns sites com atividades on-line de inglês.Vários exercícios divididos por níveis, jogos interativos, para praticar os conhecimentos adquiridos em sala de aula.
Vale a pena conferir!

 




 Kid's Corner

sexta-feira, 26 de março de 2010

VOCÊ SABIA?


Dificuldade de aprendizagem é uma simples desatenção em sala de aula? 
Se você respondeu sim, saiba que estamos falando sobre muito mais do que siglas e nomes estranhos como TDA/H, Dislexia, Discalculia, Dislalia etc. Estamos abordando distúrbios que podem ser gerados tanto por problemas cognitivos ou emocionais. Para desmistificar o assunto, confira a matéria com o psiquiatra Sérgio Bourbon Cabral. Ele analisa seis teorias sobre TDA/H e comprova como as pessoas estão mal informadas. E como lidar com os alunos com dificuldade de aprendizagem em sala de aula? Leia um artigo da psicopedagoga Vanessa Ferreira Silva sobre o assunto.

Quer saber mais sobre os distúrbios que dificultam o aprendizado?
Dificuldades de aprendizagem: saiba como lidar com o assunto
Abaixo os mitos!
O que fazer para ajudar seus alunos?
Conecte-se


Fonte: http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/temas-especiais.asp

Atenção!!!

 

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve ações de formação de professores, com o objetivo de contribuir para ampliação do conhecimento e aprimoramento do ensino da escrita. Uma das estratégias é a realização de um concurso de produção de textos que premia poemas, memórias literárias, crônicas e artigos de opinião elaborados por alunos de escolas públicas de todo o país.

Em 2010, poderão participar do concurso professores e alunos do 5º ano (4ª série) do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

Participe e ajude seus alunos a descobrir a força que a escrita tem.

Contato com a equipe: 0800 771 9310

Horário: de 2ª a 6ª feira, das 8 às 20H. Aos sábados, das 10 às 16H.
Ou acesse os sites: MEC, Fundação Itaú Social, CENPEC.


quinta-feira, 18 de março de 2010

FIQUE POR DENTRO!

VACINAÇÃO DA INFLUENZA H1N1
A saúde pública brasileira tem um novo e grande desafio: vacinar contra a Influenza H1N1.Se você faz parte do grupo a ser vacinado, fique atento ao calendário e procure um posto de vacinação na data da convocação.
Não esqueça de levar a sua caderneta de vacinação.


Datas
A primeira fase da vacinação, de 8 a 19 de março, imunizará os trabalhadores da rede de atenção à saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia e a população indígena. Entre os trabalhadores, estão médicos, enfermeiros, recepcionistas, pessoal de limpeza e segurança, motoristas de ambulância, equipes de laboratório e profissionais que atuam na investigação epidemiológica. A vacinação dos indígenas abrangerá a totalidade da população que vive em aldeias e será realizada em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).
A segunda etapa, entre 22 de março e 2 de abril, abrangerá grávidas em qualquer período de gestação, pessoas com problemas crônicos (exceto idosos, que serão chamados posteriormente) e crianças de seis meses a dois anos. Na lista, entram doenças do coração, pulmão, fígado, rins e sangue; diabéticos, pessoas com debilitação do sistema imunológico e obesos grau 3 --os antigos obesos mórbidos. As gestantes começam a ser imunizadas nesse período e poderão tomar a vacina em qualquer outra etapa.
As crianças de 6 meses a 2 anos devem receber meia dose da vacina e, depois de 21 dias, poderão tomar a outra meia dose.
Adultos de 20 a 29 anos são o público-alvo da terceira fase, que vai de 5 a 23 de abril. A quarta e última etapa, de 24 de abril a 7 de maio, coincide com a campanha anual de vacinação contra a gripe comum. Nesse período, os idosos serão imunizados para a influenza sazonal, como todos os anos. Se tiverem doenças crônicas, receberão também a vacina contra a gripe pandêmica. A estratégia foi elaborada de forma que a população dessa faixa etária se dirija aos locais de vacinação apenas uma vez.



quarta-feira, 17 de março de 2010

SUGESTÃO DE AULA - Biologia

Lição de saúde: mobilize a classe numa
guerra contra a dengue


Bases Legais
Ciências da Natureza e Matemática


Objetivos
Analisar, identificar e divulgar os meios de proliferação do mosquito da dengue
Conteúdo relacionado

Reportagem da Veja:
Introdução
A turma já conhece o bastante sobre a dengue? Todos sabem apontar os locais preferidos pelo Aedes aegypti? Com o assustador crescimento da epidemia no Brasil, muito se ouve a respeito. E, como acontece na maioria das vezes, o assunto torna-se tão comentado que as pessoas pensam dominá-lo por completo. Em matéria de saúde, no entanto, todo conhecimento é pouco. Há lugares insuspeitáveis onde o mosquito pode depositar seus ovos. O texto de VEJA cumpre sua missão como guia para evitar que a doença se alastre ainda mais. O resto cabe a cada um de nós. Aprender e comunicar — eis o papel desta aula, destinada a proporcionar aos estudantes as condições necessárias para que atuem decisivamente junto aos colegas e à comunidade escolar.

Faça um levantamento da existência de possíveis focos de reprodução do Aedes aegypti no colégio ou na comunidade. A lista deve incluir aquários destampados e sem peixes, balanços feitos com pneus, baldes, bromélias, caixas d’água destampadas, calhas entupidas, vasos de cemitério, cercas de bambu, copos d’água "para o santo", entulhos, lixões, filtros de água e moringas destampadas, plantas mergulhadas em água, lajes entupidas, lonas de piscina, muros com cacos de vidro, pingadeiras (que, dependendo da região, são chamadas de goteiras), bebedouros de aves e outros animais, piscinas sem água tratada, pneus, pratinhos de vasos, ralos, troncos ocos e vasos sanitários fora de uso.

Providencie material necessário para a confecção de cartazes, faixas e buttons — material destinado à divulgação de medidas preventivas contra a dengue.

Atividades
Encarregue a turma de procurar, em revistas e jornais, artigos relacionados às epidemias que aconteceram em outras épocas no Brasil (febre amarela no Rio de Janeiro em 1903, por exemplo) como forma de levantamento das medidas preventivas adotadas naquele momento. Esse levantamento pode ser usado para um debate sobre as causas do aumento atual da reprodução do Aedes aegypti, uma vez que o inseto transmissor é o mesmo. Inclua uma pesquisa sobre a biologia do mosquito e das doenças transmitidas por ele.

Para saber mais
Procurado. Morto
Ele mede cerca de 5 milímetros, não zune ao voar e ataca apenas durante o dia. O Aedes aegypti chegou ao Brasil vindo da África, nos navios negreiros. A fêmea, hematófaga, nutre-se do sangue de animais, do qual obtém a albumina, proteína necessária para o amadurecimento dos ovos. Vive cerca de 45 dias, período em que produz até 300 ovos e pode contaminar igual quantidade de pessoas. Algumas condições são ideais para a reprodução do mosquito: água parada e limpa e temperatura ambiente entre 26 e 28 graus Celsius. Acima dos 30 ou abaixo dos 8 graus, sua reprodução é inviável. A 42 graus, ele morre.

Depois de apresentar a reportagem aos jovens, organize-os em equipes e proponha a produção de um trabalho de campo voltado para a identificação de possíveis criadouros do inseto. Eles podem começar pela própria escola, mas é interessante que a tarefa se estenda à vizinhança e à comunidade. Peça que registrem os tipos e as quantidades de focos encontrados.

Após o levantamento, será possível elaborar um mapa da região escolhida com os pontos dos viveiros assinalados. Tabelas e gráficos elaborados com os dados obtidos também ajudarão a garotada a conhecer melhor a realidade — além de configurarem ótimos exercícios. Feito isso, inicie os preparos de uma campanha de sensibilização, conscientização e intervenção voltada ao combate da epidemia. Lembre os números computados no país: mais de 50.000 casos já foram notificados pelos órgãos de saúde.

Numa segunda fase, os grupos, munidos de lentes de aumento, devem procurar, nos focos anteriormente pesquisados, larvas de insetos para identificação em laboratório ou na sala de aula (para facilitar, apresente as imagens do quadro abaixo). Oriente-os a coletar, em tubos de ensaio, não só a larva, mas também um pouco da água do local da coleta. É uma forma de preservar ao máximo as condições ambientais em que os mosquitos se encontram. Vale recomendar que os jovens fechem o tubo com algodão ou compressa de gaze dobrada. Passados entre 7 e 10 dias, as larvas sofrerão metamorfose e o adulto emergirá. Ainda com auxílio da lupa e das figuras do quadro, identifique se o inseto recém-nascido é um Aedes aegypti.

Promova a divulgação dos resultados por meio de cartazes, panfletos e fotografias do inseto, mostrando os locais de coleta em que as larvas foram encontradas. Comissões de alunos e habitantes da região podem ser formadas, então, para ajudar a eliminar os focos e notificar os órgãos públicos.

É importante que algumas informações sobre a doença sejam enfatizadas. Existem duas formas de dengue, a clássica e a hemorrágica, que é fatal. A clássica ocorre se a pessoa for picada pela primeira vez e contaminada pelos subtipos 1 ou 2 do vírus. Os sintomas aparecem de 3 a 15 dias após a picada, dependendo do estado imunológico do indivíduo. A febre costuma durar de 3 a 8 dias e pode causar pequenas bolhas vermelhas em algumas regiões do corpo, como pés, pernas e axilas. Na maioria das vezes, o organismo doente precisa de uma semana para se curar. O cansaço e a falta de apetite, no entanto, podem demorar até 15 dias para sumir.

Se a pessoa for novamente picada e contaminada, dessa vez pelo subtipo 3, pode desenvolver a dengue hemorrágica. As feridas ocorrem em pequena quantidade na mucosa nasal e nas gengivas. De acordo com as estatísticas, a probabilidade de morte na primeira manifestação da doença clássica é zero. Contraída a segunda infecção ou a dengue hemorrágica, a taxa sobe para aproximadamente 3%.

Estima-se que em todo o planeta ocorram anualmente cerca de 50 milhões de casos de dengue, principalmente nas regiões mais pobres – como o sudoeste asiático, a África e parte das Américas. A moléstia, causada por um vírus do tipo flavivírus, com quatro subtipos, é transmitida pela fêmea contaminada do Aedes aegypti.
Veja também:
INTERNET
UNICAMP

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/ensino-medio/licao-saude-mobilize-classe-numa-guerra-dengue-425640.shtml
http://images.google.com.br

EM DESTAQUE

Aedes aegypti - (Foto: Genilton Vieira/IOC/Fiocruz)

O que é a Dengue 

 

 

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo.

Tipos de Dengue

Em todo o mundo, existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4.
No Brasil, já foram encontrados da dengue tipo 1, 2 e 3. A dengue de tipo 4 foi identificada apenas na Costa Rica.

Formas de apresentação

A dengue pode se apresentar – clinicamente - de quatro formas diferentes formas: Infecção Inaparente, Dengue Clássica, Febre Hemorrágica da Dengue e Síndrome de Choque da Dengue. Dentre eles, destacam-se a Dengue Clássica e a Febre Hemorrágica da Dengue.
- Infecção Inaparente
A pessoa está infectada pelo vírus, mas não apresenta nenhum sintoma. A grande maioria das infecções da dengue não apresenta sintomas. Acredita-se que de cada dez pessoas infectadas apenas uma ou duas ficam doentes.
- Dengue Clássica
A Dengue Clássica é uma forma mais leve da doença e semelhante à gripe. Geralmente, inicia de uma hora para outra e dura entre 5 a 7 dias. A pessoa infectada tem febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos, vômitos, manchas vermelhas na pele, dor abdominal (principalmente em crianças), entre outros sintomas.
Os sintomas da Dengue Clássica duram até uma semana. Após este período, a pessoa pode continuar sentindo cansaço e indisposição.

- Dengue Hemorrágica
A Dengue Hemorrágica é uma doença grave e se caracteriza por alterações da coagulação sanguínea da pessoa infectada. Inicialmente se assemelha a Dengue Clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia de evolução da doença surgem hemorragias em virtude do sangramento de pequenos vasos na pelo e nos órgãos internos. A Dengue Hemorrágica pode provocar hemorragias nasais, gengivais, urinárias, gastrointestinais ou uterinas.
Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que pode gerar tontura, queda e choque. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.
- Síndrome de Choque da Dengue
Esta é a mais séria apresentação da dengue e se caracteriza por uma grande queda ou ausência de pressão arterial. A pessoa acometida pela doença apresenta um pulso quase imperceptível, inquietação, palidez e perda de consciência. Neste tipo de apresentação da doença, há registros de várias complicações, como alterações neurológicas, problemas cardiorrespiratórios, insuficiência hepática, hemorragia digestiva e derrame pleural.
Entre as principais manifestações neurológicas, destacam-se: delírio, sonolência, depressão, coma, irritabilidade extrema, psicose, demência, amnésia, paralisias e sinais de meningite. Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.

FONTE: http://www.combateadengue.com.br

terça-feira, 16 de março de 2010

DICAS PARA COMBATER A DENGUE

A prevenção é a única arma contra a doença.
 A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Fonte: http://www.dengue.org.br/dengue_prevenir.html


Dicas para combater o mosquito e
os focos de larvas
DicasDicasDicasDicasDicas
DicasDicasDicasDicasDicas

segunda-feira, 15 de março de 2010

ATENÇÃO!!!



Inscrições abertas para a 6ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Para maiores informações, regulamento e dúvidas,
acesse os sites

http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/matematica.asp

http://www.obmep.org.br


Fonte: http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/index2.asp

Para combater a indisciplina...

  

Você conversou cinco vezes no mesmo dia com aquele aluno que teima em passear pelo colégio de boné. Já ligou algumas vezes para os pais daquele outro para assinar o boletim escolar e... nada! Número errado. Calma, professor. Conte até três e respire. Questões de indisciplina fazem parte da natureza humana. O bom e velho diálogo continua sendo uma ferramenta poderosa. Nada de perder a cabeça com aquela aluna que atrapalha a aula. Também não adianta mandá-la para biblioteca o tempo inteiro. O segredo é conquistar o estudante com aulas bem estruturadas. É o que dizem especialistas, como a presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia, Quézia Bombonato. Segundo uma pesquisa da Organização dos Estados Ibero-Americanos , realizada em 2008, 83% dos professores defendem medidas duras em relação ao comportamento dos alunos. E você? Confira neste Especial se as suas opiniões estão na contramão do que dizem por aí. E acompanhe histórias de sucesso em colégios da nossa rede pública estadual que apostaram na cultura e no esporte para se aproximar do “aluno-problema”.

Quer saber mais sobre a questão da indisciplina em sala de aula?
Entrevista: Quézia Bombonato fala sobre a indisciplina em sala de aula
Bom de papo e educação
Esporte e cultura para manter a galera na linha
Conecte-se 

Fonte: http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/temas-especiais.asp

quinta-feira, 11 de março de 2010

CONCURSO - IBGE publica edital para recenseadores

Há 191.972 vagas temporárias, em todos os municípios do Brasil. Os aprovados irão trabalhar no Censo 2010. Para concorrer, é necessário ter concluído o ensino fundamental (antigo 1º grau). As inscrições serão abertas em 26 de fevereiro e a taxa será de R$ 18,00.
Foi publicado hoje, 05/02/2010, no Diário Oficial da União, o edital do processo seletivo simplificado para recenseador. São oferecidas 191.972 vagas temporárias em todos os 5.565 municípios brasileiros. Os aprovados trabalharão na coleta de dados do Censo 2010, por um período que pode chegar a até cinco meses. As inscrições estarão abertas de 26 de fevereiro a 19 de março, mas para inscrições via Internet o prazo será maior: até 4 de abril.
As inscrições custarão R$ 18,00 e poderão ser feitas em postos existentes em todos os municípios, ou na página da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). Os candidatos terão de se inscrever na área de trabalho do município onde desejam trabalhar, lembrando que há municípios com mais de uma área de trabalho. Essa exigência também se aplica aos que se inscreverem pela Internet.

OBS: Maiores informações clique no link abaixo.

Vamos participar!



O Concurso Cultural Jorge Amado, resultado da parceria entre o Ministério da Cultura, a Volkswagen do Brasil e a Editora Companhia das Letras, pretende promover a aprendizagem significativa de alunos a partir da reflexão e da interpretação criativa sobre a vida e a obra do autor baiano.

O projeto é voltado aos alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio e é dividido em três categorias: audiovisual, imagem (ilustração) e texto (conto ou crônica). O aluno pode produzir um vídeo, escrever um conto ou criar ilustrações inspiradas na vida e obra de Jorge Amado. Cada estudante poderá concorrer em apenas uma categoria e cada trabalho apresentado deve ter um professor orientador.


Premiação
A premiação para cada categoria se dará da seguinte maneira:

- Primeiro lugar: R$ 1.400,00 (um mil e quatrocentos reais) e 10 livros do autor Jorge Amado

- Segundo lugar: R$ 600,00 (seiscentos reais) e 10 livros do autor Jorge Amado

- Terceiro lugar: assinatura de 1 ano da revista piauí e kit Jorge Amado

- Professor orientador (primeiros lugares): certificado, kit Jorge Amado e assinatura de 1 ano da revista Piauí

- Instituição de ensino (primeiros lugares): certificado, kit Jorge Amado e vale-livro de 20 (vinte) títulos variados da Companhia das Letras


Inscrições
As inscrições de trabalhos vão de 15 a 31 de março de 2010. Só serão aceitos trabalhos com data de postagem até 31 de março de 2010.

Para se inscrever, basta encaminhar a ficha de inscrição impressa e preenchida, disponível no site www.jorgeamado.com.br, juntamente com os trabalhos, para:

Comissão Julgadora — Concurso Cultural Jorge Amado

Companhia das Letras

Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32

CEP: 04532-002 — São Paulo — SP


Informações

O regulamento do concurso, a ficha de inscrição e outras informações estão disponíveis na página http://www.jorgeamado.com.br/concurso.php ou pelo e-mail projetojorgeamado@companhiadasletras.com.br  


SALA DE AULA


DVD's com filmes de povos indígenas têm distribuição gratuita.Clique no link abaixo para maiores informações.

Fonte: http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/index2.asp

Incentivo ao hábito de leitura




Projeto de leitura destinado a alunos do ensino fundamental, a partir do 7º ano (6ª série), e do ensino médio.
Tem como objetivos incentivar o hábito da leitura e estimular a criatividade dos jovens.
Aprovado pelo Ministério da Cultura desde 2000, com o patrocínio da Companhia de Seguros Aliança do Brasil pelo terceiro ano consecutivo, o projeto é desenvolvido com excelentes resultados em escolas estaduais e municipais em todo o Brasil.
A unidade escolar recebe, como doação, 38 exemplares de uma das obras de Laé de Souza.

Neste ano, o projeto será aplicado com a obra Nos Bastidores do cotidiano, e a escola poderá participar com 2 classes, recebendo como doação 76 exemplares.
Junto com os livros, a escola também recebe material didático (folhas pautadas para redação e questionários) para aplicação do projeto em sala de aula.
Após a leitura e o desenvolvimento de várias atividades sugeridas, os alunos respondem questionário sobre a obra e desenvolvem textos baseados nas crônicas ou nos personagens. Os autores dos três melhores trabalhos recebem como prêmio outra obra de Laé de Souza.
O Projeto enviará à escola inscrita, um exemplar da obra a ser utilizada e mais informações sobre as atividades que serão desenvolvidas pelo professor. Se após  análise houver a confirmação do interesse, serão enviados todos os materiais para a aplicação do projeto. O projeto é aplicado gratuitamente e destina-se à escolas públicas do todo o Brasil.

A escola interessada em conhecer o projeto deverá preencher a ficha de inscrição no link abaixo.
CONFIRMAR PARTICIPAÇÃO
A escola que já recebeu o material para análise e quer confirmar o interesse em participar do projeto, deverá preencher a

Fonte: http://www.projetosdeleitura.com.br/proj02.html

OBS: Aproveite esta oportunidade sugerida pela Professora: ADRIANA BITTENCOURT

quarta-feira, 10 de março de 2010

SUGESTÃO DE AULA - Disciplina: Filosofia

Seguindo a determinação da Lei nº 11.684, de 2008, a Filosofia e a Sociologia tornaram-se componentes curriculares presentes em todas as séries do Ensino Médio, conforme a Matriz Curricular da Rede Estadual, a partir de 2010.

Por isso, a fim de oferecer suporte aos docentes atuando nesses dois campos de saber, o Conexão Professor disponibiliza abaixo materiais diversos para consulta, impressão e uso pedagógico dos professores de Sociologia e Filosofia. Fique atento, pois outros conteúdos também serão disponibilizados ao longo de 2010. Dentre esses materiais, os professores encontrarão sugestões de textos, atividades diversas, filmes, links da internet, práticas interdisciplinares, questões de ENEM / vestibulares e muito mais!

Filosofia – 1º série do Ensino Médio
1. CADERNO DE APOIO
2. LINKS
3. ATIVIDADES
4. BIBLIOGRAFIA
5. TEXTOS
6. FILMES E MÚSICAS
7. ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES
8. QUESTÕES DE ENEM E DE VESTIBULARES

Filosofia – 2º série do Ensino Médio
1. CADERNO DE APOIO
2. LINKS
3. ATIVIDADES
4. BIBLIOGRAFIA
5. TEXTOS
6. FILMES E MÚSICAS
7. ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES
8. QUESTÕES DE ENEM E DE VESTIBULARES

Filosofia – 3º série do Ensino Médio
1. CADERNO DE APOIO
2. LINKS
3. ATIVIDADES
4. BIBLIOGRAFIA
5. TEXTOS
6. FILMES E MÚSICAS
7. ATIVIDADES INTERDISCIPLINARES
8. QUESTÕES DE ENEM E DE VESTIBULARES


Aguarde: em breve, o material de Sociologia!

Fonte: http://images.google.com.br
http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br

terça-feira, 9 de março de 2010

ALUNOS PREMEIADOS COM NOTEBOOK


É com grande alegria que divulgamos a Listagem de Alunos Premiados com NOTEBOOK – Projeto Geração Futuro – SAERJ/2009.


Esse ano foram premiados da nossa escola 22 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio e 4ª série do Curso Normal.
Isso mesmo! 22 alunos do I.E.ELIANA DUARTE DA SILVA BREIJÃO estão entre os melhores resultados na avaliação externa.
Parabéns aos alunos, pais, professores, equipe pedagógica e todos os funcionários que contribuiram para essa brilhante participação. Este resultado não veio por acaso, é fruto de um trabalho conjunto que começou com a motivação dos alunos, incentivo dos pais, até a preparação dos mesmos através de aplicação de provas     diagnósticas, entre outras atividades  trabalhadas em sala de aula.

A data  para o evento de premiação será 15 de abril, às       10 horas, no Maracanãzinho - Rio de Janeiro/RJ.

6º Ano:     MARCELLA CELEBRIM AUGUSTO
6º Ano:     VANESSA REIS DE SOUZA
7º Ano:      JOÃO MARCOS DA GAMA PEREIRA
7º Ano:      LARISSA DE FÁTIMA R. PEÇANHA GUIMARÃES
7º Ano:      IZABELA MARTINS PAIVA
7º Ano:      SAMUEL NASCIMENTO LIMA PARADELAS
7º Ano:      SINTYA DOS REIS RAMOS
8º Ano:      MARCELLA MORAES DE PAULA
8º Ano:      PRISCILA MARIA VIEIRA MONTEIRO ALMEIDA
9º Ano:      BRUNO SANTANA DE SOUZA
9º Ano:      SOFFIA ALVES BETTA
2ª Série:    PALOMA VIEIRA MONTEIRO ALMEIDA
2ª Série:    BERNARDO SASSES MARI
2ª Série:    PEDRO EGIDIO JESUS CARVALHO
2ª Série:    THIAGO FERREIRA BARBOSA VAZ
2ª Série:    MARCELLA BERTHOLINO DA SILVA RODRIGUES
2ª Série:    GABRIEL MONTEIRO FERREIRA
2ª Série:    BIANCA DE FÁTIMA GONÇALVES MARTINS
2ª Série:    DEBORAH DA SILVA APOLINÁRIO
2ª Série:    MARCELO BIZARRO DA MATA RODRIGUES
4ª Série:    RENATA MAURÍCIO DE SOUZA 
4ª Série:    WELLINGTON DE SOUZA DOS PRAZERES

PARABÉNS!!!

segunda-feira, 8 de março de 2010

A importância da leitura



A melhor forma de obter conhecimento é
             cercar-se de bons livros

As tecnologias do mundo moderno fizeram com que as pessoas deixassem a leitura de livros de lado, isso resultou em jovens cada vez mais desinteressados pelos livros, possuindo vocabulários cada vez mais pobres.


A leitura é algo crucial para a aprendizagem do ser humano, pois é através dela que podemos enriquecer nosso vocabulário, obter conhecimento, dinamizar o raciocínio e a interpretação. Muitas pessoas dizem não ter paciência para ler um livro, no entanto isso acontece por falta de hábito, pois se a leitura fosse um hábito rotineiro as pessoas saberiam apreciar uma boa obra literária, por exemplo.


Muitas coisas que aprendemos na escola são esquecidas com o tempo, pois não as praticamos, através da leitura rotineira tais conhecimentos se fixariam de forma a não serem esquecidos posteriormente. Dúvidas que temos ao escrever poderiam ser sanadas pelo hábito de ler, talvez nem as teríamos, pois a leitura torna nosso conhecimento mais amplo e diversificado.


Durante a leitura descobrimos um mundo novo, cheio de coisas desconhecidas.
O hábito de ler deve ser estimulado na infância, para que o indivíduo aprenda desde pequeno que ler é algo importante e prazeroso, assim com certeza ele será um adulto culto, dinâmico e perspicaz. Saber ler e compreender o que os outros dizem nos difere dos animais irracionais, pois comer, beber e dormir até eles sabem, é a leitura que proporciona a capacidade de interpretação.
Toda escola, particular ou pública, deve fornecer uma educação de qualidade incentivando a leitura, pois dessa forma a população se torna mais informada e crítica.

Por Eliene Percilia
Equipe Brasil Escola

Fonte: http://www.brasilescola.com

HORA DO CONTO



UM LUGAR... PEDRA DOURADA...
Cristiane Carminate P.Grimalde Gadioli
Anoitecia. Seria uma daquelas infindáveis horas à beira da cama. Num deita e levanta mais mórbido do que qualquer feixe de luz na escuridão. Os pântanos sombrios iluminavam-se com as fagulhas breves dos vaga-lumes, mas ela não estava em paz. Algo dizia que aquela noite seria longa e traiçoeira, permeada de muita insônia e desatino causado pela ânsia de amanhecer.
Embora tudo a persuadisse do contrário, ela tentava disfarçar a solidão e o medo que sentia diante da tão nebulosa das almas. Fecham-se os olhos. O louco cruza a soleira de barbas desfeitas e boca voraz. Ele tentava buscar a saída, mesmo que suja, para sufocar seu desejo de consumir carne fresca. Ela estava sozinha num labirinto sem teto, vomitando a sombra do que um dia havia sido. Ela sentia saudades do vento, da cor e do brilho molhado do amanhecer. Sentia saudades dos pingos de chuva que caíam no rosto. Sentia saudades daquela lua, do asfalto iluminado.
Despertara da madorna. Todavia, só tinha a companhia da neblina traiçoeira, nebulosa e sorrateira que adentrava pelas janelas abertas. Não devia tê-las deixado escancaradas, pois assim tudo que a assustava se esgueirava para dentro dos aposentos desertos.
Chovia. Os trovões ecoavam na negrura da noite, carregada de lendas e mitos que povoavam as mentes dos habitantes daquela cidadezinha. Mais ainda, ela não dormia! Lembrara dos contos dos anciãos sobre as assombrações que lá viviam e que não tiveram paz depois de sua morte. Para piorar seu estado de espírito, a casa pobre era situada na curva do cemitério local. Podia ouvir os uivos dos cães desesperados, agoniados com os infortúnios infiéis, gritos incessantes dos gatos no cio e aquela típica claridade causada pelos relâmpagos.
Será que levantaria para fechar as janelas? Teria coragem para quebrar uma barreira de seu pavor? Seria estupendo trabalho de Hércules!
O vento batia nas frestas e solapava a madeira contra a parede tornando aquela noite mais longa do que já era. O rangido das dobradiças enferrujadas e o arrulho do bambuzal dos fundos a fizeram encolher embaixo da colcha de chenilhe carmim. Por fim, um sapo fugindo da chuva entrara nos seu quarto decidido a ficar.
Não havia ninguém que pudesse ajudá-la, a casa toda sombria, vazia e nefasta, mas ela tinha que fechar as escotilhas que a deixavam a deriva com o templo da dona lua.
Fechou finalmente! Podia agora dormir em paz, livre dos tormentos provocados pelos sons da noite.

Cochilou... Então surge de um nada ilusório, uma dama coberta por um manto simplório, trazendo temerosas chaves fatais. Estava vestida de negro e solidão, mas buscava delírios que já não são mais. Parada no sopé da colina, avistava os caminhoneiros bamboleantes, sonolentos e necessitados do descanso. Ela é jovem, filha do berço, seus traços confundem-se com o vinho. Os pobres motoristas vinham perdendo os sentidos no caminho. Ela os imobilizava com o olhar. Tão linda e tão serena, tal qual o hálito medonho da morte ela os sugava para dentro de seu corpo, desentranhava suas essências deixando-os despidos de sensatez. A lua enfeitiçava seus poros e aos poucos ia assumindo os foros de bruxa lânguida e traiçoeira.

O vento cortava-lhe os cabelos soltos e de pouco a pouco ia sumindo pela relva acima, numa nuvem de fumaça até desaparecer por completo da vista daqueles que já não mais estavam em paz.
Um barulho intenso a acordara do pesadelo. O som do tropel de um cavalo solitário ecoava na rua silenciosa. Ia cada vez mais se aproximando do parapeito da frágil janela de madeira.
A cadência das batidas estaladas no chão de pedra pararam finalmente na porta da casa. Só se ouvia agora o bufar inebriante do animal cansado e o hálito medonho adentrava pelo pequeno orifício que a separava do bem e do mal.
O relógio de gongo ressoava três horas da madrugada. Hora da zona morta! Hora em que todos aqueles que habitam mundos estranhos ficam livres e podem percorrer os caminhos entre as duas dimensões. Hora em que os sentimentos efêmeros desfraldam véus diáfanos e onde não se sabe o que é real ou o que é ilusão.
Cuidado! Pensava ela! O que seria isso? Quem é esse cavaleiro que invade a sua imensidão? Cavaleiro de armadura escura, passeando pelas trevas da noite impura e que portava uma espada nas mãos. Um calafrio percorreu a sua espinha. O vazio sentido antes aumentava e uma mescla de sensações provocava um rebuliço no âmago de seu ser. Uma ânsia de vômito subiu-lhe à boca, a saliva congelara e ela não mais respirava.
Da sua pele exalava um odor, o cheiro do medo que a presa solta quando está acuada pela besta fera. Não tinha saída. Ia sucumbir.
Numa fração de segundos um estrondo invadiu a casa. Os ventos e a chuva sopravam agonia para dentro daquele pesaroso lar. O cavaleiro adentrou ao recinto e o cavalo derrubara a porta. Os grossos pingos borboleteavam na tortuosa entrada molhando totalmente o chão e os batentes.
Ela finalmente o viu. Viu, mas não acreditou em sua própria visão. Sua razão fora danificada pelo pavor. Não podia acreditar no que estava diante de seus olhos. Abriu e fechou suas pálpebras, sua pupila dilatou e ela ficou totalmente petrificada: O cavaleiro não tinha rosto. A armadura descomunal erguia-se diante dela, os membros superiores agarrados ao cabresto do cavalo sôfrego, o chapéu negro não possuía cabeça para sustentar. Era a visão do inferno!
No mesmo instante, ele estendeu a mão coberta pela luva enegrecida como quem pede para ser tocado. E ela, num último ímpeto agarrou aquela mão sentindo uma energia que jamais havia sonhado em ter.
Do mesmo modo, o cavaleiro correspondeu ao ardor do sentimento e num lampejo virou-se para o horizonte, deixando apenas lágrimas acopladas a mais solidão. Ferozmente o cavalo cruzou a soleira da porta arrombada pela fúria do cavaleiro e perdeu-se no horizonte escuro.
Sem entender o que sentira, ela partiu atrás do homem de negro, molhando-se na chuva e nas águas do choro pesado que a envolvia. Uma mescla de sentimentos a arrebatavam. Uma dor antiga e profunda dilacerava seu coração, pois algo em espécie de deja vu havia acontecido.
O medo se foi. Porém a sua saída deu lugar ao vazio e a saudade que ela não entendia.
Dali em diante ela não mais sofreu nas noites escuras, nem mais temeu a hora da zona morta. Não havia mais insônia porque ela dormia em paz. Essa paz só era devassada, quando no cair da madrugada sombria, um vulto negro a cavalo cavalgava pelas ruas da cidade e, com seu tropel ao luar enfeitiçava aquela mulher que só desejava ir para não mais voltar.

REVISTA EDUCAÇÃO EM LINHA

Revista Trimesal Eletrônica da Secretaria do Estado de
Educação do Rio de Janeiro

Edição 10
Ver
Baixar


A revista Educação em Linha apresenta a cada edição um conjunto de textos, pensamentos e imagens cuidadosamente selecionado, reunido e ilustrado, sobre importantes temas da Educação. O objetivo é tornar a tarefa pedagógica do professor menos rotineira e mais prazerosa. O conteúdo é rico e um verdadeiro convite à reflexão.
Educação em linha 10 trata da antropofagia cultural – incorporação de valores, hábitos e costumes de outras culturas à nossa –, sintetizada no ato de o brasileiro comer: feijoada com sushi, quibe e macarronada, em restaurante de comida a quilo... Viaja ainda por culturas, outras épocas e destaca fatos de nossa História. Bom apetite!
BOA LEITURA!

Entre em contato com a revista: educacaoemlinha@educacao.rj.gov.br

Para visualizar os arquivos PDF, é necessário possuir o Adobe Acrobat Reader.


Fonte: http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/

PARABÉNS!!!

Parabenizamos todas as mulheres e especialmente as mulheres da nossa comunidade escolar.Parabéns a cada uma que com sua dedicação, com sua sensibilidade, com seu compromisso, com seu carisma e com seu amor tornam a nossa escola cada dia melhor.

Mulher...

Que traz beleza e luz aos dias mais difíceis
Que divide sua alma em duas
Para carregar tamanha sensibilidade e força
Que ganha o mundo com sua coragem
Que traz paixão no olhar
Mulher,
Que luta pelos seus ideais,
Que dá a vida pela sua família
Mulher
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço
Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...
Tantas Mulheres, belezas únicas, vivas,
Cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser lembradas,
amadas, admiradas todos os dias...
Para você, Mulher tão especial...

Feliz Dia Internacional da Mulher!

Fonte: http://www.mensagensespeciais.com

quinta-feira, 4 de março de 2010

ATUALIDADE

TECNOLOGIA

Ilustação: editoria de arte

Como utilizar o computador, a internet, blogs, podcasts, projetores, câmeras e outras engenhocas da modernidade para ensinar ainda melhor os conteúdos curriculares de cada disciplina. Navegue nos mais de 80 links abaixo e faça um upgrade nas suas aulas.

1. TECNOLOGIA EM TODAS AS DISCIPLINAS
2. GESTÃO ESCOLAR
3. FORMAÇÃO DE PROFESSORES
4. EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA


Acesse o link abaixo e veja a matéria completa sobre o assunto.